Bolsa
IBOVESPA
|
Câmbio
Dólar |
Euro |
Peso Arg |
Ouro (onça) |
Geral
06/09/2019 16:03
Ardefa realiza evento de premiação dos melhores trabalhos do PEA

Palotina - Uma das ações muito importantes desenvolvidas pela ARDEFA em conjunto com o Sistema Campo Limpo, é o PEA – Programa Educação Ambiental, que neste ano envolveu 1.130 alunos das escolas dos municípios de Palotina, Maripá e Formosa do Oeste, sendo selecionados e premiados seis trabalhos, três na categoria redação e três na categoria desenho.
Na última quarta-feira, dia 4, uma solenidade foi realizada na Central da ARDEFA, na linha Alvorada para a premiação dos seis classificados, evento que contou com a secretária de Educação de Palotina, Judith Sendtko; as representantes das Secretaria de Educação de Maripá e Formosa do Oeste, bem como dos alunos, pais, professores e diretores das escolas.
Todos os seis alunos foram premiados pela ARDEFA, recebendo uma bicicleta e uma lembrança, bem como as professoras receberam uma premiação.
Também na oportunidade foram conhecidos os dois representantes para o concurso nacional, um em cada categoria.
Na categoria redação a vencedora do concurso foi Poliana Ferreira Lucindo, da Escola Vale Verde de Palotina. Já na categoria desenho, a aluna Kauany B. Chornechuka, da Escola Nilza de Oliveira Pipino de Formosa do Oeste foi a vencedora.
O PEA - Programa de Educação Ambiental é uma iniciativa do Sistema Campo Limpo que tem como objetivo apoiar escolas públicas e privadas em temas transversais, relacionados a Educação Ambiental, alinhados aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs).
Anualmente são distribuídos kits educativos para serem aplicados em salas de aula do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental. O kit compreende o caderno do professor, cartaz interativo e outros materiais para apoio das atividades em salas de aula.
Somente em 2018, mais de 2 mil escolas participaram do programa em 274 municípios, com a distribuição de 7 mil kits. Isso significa mais 210 mil alunos impactados por esta iniciativa. Em 2019, 8 mil kits foram distribuídos para as escolas inscritas pelas centrais de recebimento.
O gerente da ARDEFA, Eliseu Lopes dos Santos, ressaltou que “em 2019, o PEA trabalhou a questão dos resíduos sólidos a partir da perspectiva do papel da escola nessa cadeia e a cidadania ambiental – Estimulando à atuação da comunidade, reforçando o senso de compromisso com os cuidados com o planeta”.

Fonte: Folha da Terra Fotos: Celso Becker/FT


PUBLICIDADE